O Ritual das Navalhas
Um Breve Histórico

     As barbearias tradicionais se consolidaram a partir do século XVIII, possibilitando um espaço de interação social, em que homens bebiam, fumavam e conversavam sobre os mais diversos assuntos do universo masculino. Entre os séculos XVII e XVIII, barbeiros profissionais viajavam entre as províncias oferecendo seus serviços, o que não se limitava apenas ao corte de cabelo e a uma barba bem feita. Sangrias, benzeduras, venda de raízes e outras coisas eram praticas comuns da profissão. Era do cotidiano destes profissionais a pratica de curandeirismo, além de realizarem operações cirúrgicas e atuarem também como dentistas. 

     Os barbeiros eram, portanto, pessoas de referência, conselheiros sociais, assim como profissionais envolvidos com a solução de problemas de saúde do espírito e do corpo. O reconhecimento formal das habilidades médicas destes profissionais ocorreu por volta de 1540 quando a Sociedade dos Cirurgiões se fundiu à Companhia dos Barbeiros, formando então a Companhia dos Barbeiros-Cirurgiões.  Assim, sob pressão crescente da classe médica, em 1745 os cirurgiões se separaram dos barbeiros para formar a Companhia dos Cirurgiões. Em 1800, por intermédio de um Decreto Real, foi criada a Escola Real de Cirurgiões da Inglaterra. O último vestígio da tradição da barbearia com atuação médica é, provavelmente, o tradicional cilindro de barbeiro, que sinalizava o local de atuação desses profissionais. As cores do cilindro, costumeiramente em listras de branco e vermelho, representam respectivamente os curativos e o sangue próprios da profissão.

Cilindro de Barbeiro geralmente é localizado próximo a porta de entrada das barbearias.

      O surgimento das lâminas de barbear descartáveis contribuiu para que a profissão de barbeiro fosse se perdendo com o tempo nos períodos mais recentes da história, o que levou muitos homens aos salões unissex e à extinção do ambiente social clássico masculino. Aproximadamente há quatro anos, a tradição das navalhas e toalhas quentes vem ressurgindo com toda força, e o objetivo principal é justamente resgatar esse espaço de interação social que eram as barbearias de antigamente.  

 

7.13 Barbeiros de Respeito

     Situado no Centro de Porto Alegre na Rua Coronel Genuíno, funciona a 7.13 Barbeiros de Respeito. A barbearia engloba em sua decoração vários elementos relacionados ao universo das motocicletas customizadas, o Rock 'n' Roll e Pin Ups (modelos sensuais de décadas passadas que hoje estão fortemente presentes na cultura pop).

     Rodrigo Rodrigues abriu a barbearia em 2015 e buscou incrementar ao projeto a sua paixão por motocicletas custom. O Blues faz parte da trilha sonora do local, além de ser o gênero musical preferido de Rodrigo, a melodia visa transportar os clientes para décadas passadas, criando uma ambientação retro. Por estar anexada ao estúdio de tatuagens e ao bar Frankenhaus, ponto de encontro de motoqueiros e membros de motoclube, o lugar capta bastante este público. O próprio barbeiro, já pertenceu a motoclubes por anos e diz carregar consigo as histórias e os bons amigos que cativou. Hoje em dia, apesar de não ser mais um membro ativo, a motocicleta continua sendo sua fiel escudeira.

7.13 Barbeiros de Respeito

Navalha, Motociclismo e Muito Blues
Mr. John Barber Shop, "Barbearia do Seu João"

     Com duas lojas atualmente, a barbearia Mr. John chegou à Porto Alegre com o intuito de trazer o conceito de barbearia que já é aplicada em sua matriz, situada na cidade de Gravatai. Na Capital ela já atua há cinco meses dentro do Shopping Iguatemi. O conceito que a barbearia traz é moderno e dentre os seus serviços estão o corte de cabelo e barba. Além disso, oferece um bar com uma grande variedade de cervejas artesanais, uma loja de roupas masculinas e vídeo game, para os que gostam de jogar enquanto esperam o atendimento. Outra atração da loja é a motocicleta que fica dentro do ambiente. Um dos sócios da empresa, dono de três motocicletas customizadas, realiza um rodízio para exposição no local. Com a chegada da Mr. John no Iguatemi, ela se tornou a primeira barbearia em shopping de Porto Alegre, assim estendendo seu ótimo serviço que já era realizado em Gravataí, para a Capital de todos os Gaúchos.

 

Mr. John Barber Shop

Fabiano "Carioca", o barbeiro a mais tempo atuando na filial do Iguatemi, tem uma história de vida bacana. Nascido no Rio de Janeiro, em uma família de barbeiros, seguiu sua vida em uma área diferente da sua família.   Se mudou para Curitiba, onde trabalhava em uma montadora de veículos e foi lá que ele começou a conhecer o Rio Grande do Sul. Sua  esposa é gaucha e sendo assim veio morar em Porto Alegre e aqui um amigo da família o levou para conhecer a Mr. John, gostou e foi atrás da oportunidade.

 

Mr. John

Fabiano, o barbeiro
Powered by  Jumpstart Georgia